Capturar carvão do transporte de carga com novos guias da ISO

  • 0
Capturar carvão do transporte de carga com novos guias da ISO

Capturar carvão do transporte de carga com novos guias da ISO

Com mais de metade das emissões de CO2 mundiais a serem geradas pelo sector dos transportes, um novo International Workshop Agreement (IWA) da ISO representa um importante passo no caminho da redução das emissões do transporte de carga.

Enquanto biliões de toneladas de bens são enviados pelo globo para corresponder às necessidades sazonais dos consumidores, o transporte de carga internacional tem vindo a tornar-se mais importante para efetuar entregas no mundo inteiro. De acordo com a Agência de Proteção do Ambiente dos EUA (EPA), 28% das emissões de gases de efeitos de estufa são produzidos pelo sector do transporte, aproximadamente 30% destes vêm do transporte de cargas. Sem ações, a ameaça ao ambiente só poderá piorar.

O IWA 16, publicado recentemente, define o enquadramento para métodos coerentes de quantificação de emissões de CO2 do transporte de cargas (total e em intensidade). Providencia uma análise de falhas, identificando os pontos de início e recomendando mais especificações e um possível alinhamento com níveis específicos de modo e intermodais, incluindo centros de transbordo e armazéns.

De acordo com Dr. Verena Ehrler e Alan Lewis, presidentes do grupo que desenvolveu IWA 16, o valor acrescentado do IWA é a detalhada comparação científica que faz entre normas atuais e a perspetiva da indústria e das partes interessadas, construindo assim uma válida e prática fundação para o desenvolvimento de uma norma global para o cálculo de emissões na cadeia de transporte de cargas,

O IWA 16 é o resultado de um workshop iniciado em Berlim, Alemanha, em Julho de 2014, organizado pelo DIN, o Instituto Alemão para a Normalização. Este prepara o terreno para todas as partes interessadas na indústria dos transportes inovarem e encontrarem soluções mais eficientes em termos ambientais.

13.02.2015
Fonte: iso.org


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?