Melhorar a saúde com novas normas de limpeza para fogões

  • 0
ISOcookstoves

Melhorar a saúde com novas normas de limpeza para fogões

Todos os anos, milhões de vidas são afetadas devido ao fumo resultante do ato de cozinhar em fogões abertos ou fornos simples alimentados a madeira, carvão e estrume. A muito aguardada série de diretrizes internacionais para fogões mais seguros, agora publicada, pretende ajudar.

Cerca de três bilhões de pessoas em todo o mundo dependem de fogões poluentes e fogos abertos para cozinhar as refeições da família. Estes métodos são ineficientes e a exposição aos fumos prejudiciais podem aumentar o risco de contrair uma série de doenças, tais como cancro de pulmão, pneumonia e derrames, contribuindo para quase quatro milhões de mortes por ano.

Para ajudar a abordar este problema, a ISO desenvolveu uma série de Normas Internacionais e documentos relacionados contendo soluções para cozinhar de forma mais limpa e segura, fornecendo uma plataforma para que novas tecnologias se desenvolvam e cresçam. Estas incluem uma Norma Internacional de testes laboratoriais, um relatório técnico sobre o vocabulário específico do setor e um relatório técnico para aferição de medições de testes laboratoriais. Dois deles acabaram de ser publicados e o terceiro deve ser lançado ainda este ano.

Ranyee Chiang, presidente do comité que desenvolveu as normas e ex-Diretor de Normas, Tecnologia e Combustíveis da Aliança Global para Fogões Limpos, disse que este é um passo positivo para a indústria.

“Tem havido algum progresso, mas com um problema global que afeta três bilhões de pessoas, devemos ter metas ambiciosas”, disse ela.

“Estas normas irão ajudar a motivar e mobilizar designers e empresas para elevar os padrões dos fogões e acelerar o mercado de novas tecnologias que beneficiam os consumidores.”

A ISO 19867-1, Clean cookstoves and clean cooking solutions – Harmonized laboratory test protocols – Part 1: Standard test sequence for emissions and performance, safety and durability, é a primeira Norma Internacional para testes aos fogões de biomassa. Com base nos termos e definições da ISO/TR 21276, Clean cookstoves and clean cooking solutions – Vocabulary, um novo relatório técnico estabelece a terminologia precisa para a tecnologia e teste aos fogões, especificando métodos de medição e avaliação de laboratório para as emissões de partículas e gases poluentes do ar nos fogões.

Em breve será acompanhado por uma Parte 3, que estabelece metas de desempenho voluntário para fogões com base em testes laboratoriais, que deverá ser publicado nos próximos meses. Juntos, eles irão fornecer um portfólio útil de protocolos de teste e procedimentos de medição laboratorial para testar o desempenho dos fogões em condições laboratoriais controladas.

Os documentos foram desenvolvidos pelo comité técnico ISO/TC 285 Clean cookstoves and clean cooking solutions, composto por alguns dos principais especialistas do setor de fogões e combustíveis limpos, com especial em testes, projeto, negócios e política.

O comité é conduzido em conjunto pela ANSI, membro da ISO para os EUA, e pela KEBS, membro da ISO para o Quénia, com um forte envolvimento de outros países em desenvolvimento para os quais os fogões limpos são mais relevantes.

A ISO/TR 21276: 2018 e ISO 19867-1: 2018 estão disponíveis no seu membro nacional ISO ou através da loja ISO.

Saiba mais sobre o desafio dos fogões nesta palestra inspiradora no TEDx:

 

02.08.2018
Fonte: iso.org

 

 


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?