Novas normas para testar leite em pó para bebés

  • 0
infantformula

Novas normas para testar leite em pó para bebés

Tags : 

Sendo um dos produtos alimentares mais regulamentados e testados no mundo, o leite em pó para bebés e os pós nutricionais para fins médicos especiais, vêm com a rotulagem nutricional rigorosamente verificada de forma a garantir que são efetivamente aquilo que anunciam ser. Não é surpreendente, dada a população que servem. Novas Normas Internacionais acabam de ser publicadas para ajudar os fabricantes a estar em conformidade.

A rotulagem alimentar raramente é mais importante do que para os consumidores vulneráveis – tais como os bebés. Portanto, não é de admirar, que os fabricantes de leite em pó precisem de aderir aos regulamentos nacionais abrangentes e às normas internacionais, como o Codex Alimentarius, para garantir que a composição nutricional anunciada do produto seja precisa.

O Codex Alimentarius, ou Código Alimentar como é conhecido, é o Programa Comum de Normas Alimentares estabelecido pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que desenvolve as normas internacionais alimentares harmonizadas que protegem a saúde dos consumidores e promover práticas equitativas no comércio alimentar.

Os métodos de teste são abundantes, mas poucos foram harmonizados internacionalmente e baseados nas normas do Codex. Até agora, porque foram publicadas duas novas Normas Internacionais para verificar a conformidade de tais produtos com os regulamentos de rotulagem para os nutrientes, fornecendo uma nova técnica analítica validada entre laboratórios.

A ISO 20635, Infant formula and adult nutritionals – Determination of vitamin C by (ultra) high performance liquid chromatography with ultraviolet detection ((U)HPLC-UV) e ISO 20636, Infant formula and adult nutritionals – Determination of vitamin D by liquid chromatography-mass spectrometry, são normas de método de teste que apoiam a norma internacional do Codex para leite em pó e para os pós nutricionais para finalidades médicas especiais destinadas a lactentes. De acordo com uma escala global, eles podem ser utilizados como métodos de referência para as resoluções de litígio.

Erik Konings, coordenador do grupo de trabalho que desenvolveu as normas, disse que será útil para os reguladores e laboratórios comerciais, bem como para os fabricantes de leite em pó e produtos lácteos.

“Estas normas proporcionam uma forma eficaz de demonstrar a conformidade com os regulamentos nacionais e internacionais, uma vez que representam um método de ensaio globalmente harmonizado, em consonância com outras organizações de desenvolvimento de normas no setor, como a AOAC INTERNATIONAL e a International Dairy Federation (IDF).” disse ele.

“Elas foram desenvolvidas por não haver normas completamente acordadas e harmonizadas internacionalmente desse tipo e contribuirão assim para assegurar a segurança e a qualidade dos produtos para os consumidores, bem como facilitar o seu comércio no mercado global.”

A ISO 20635 e ISO 20636 são apenas duas de uma série de Normas Internacionais da ISO que foram desenvolvidas como parte do projeto SPIFAN (Painel de Partes Interessadas em Nutrição Infantil e Fórmula Infantil), gerido pela AOAC INTERNATIONAL em cooperação com a ISO e a IDF. Para desenvolver os requisitos de desempenho do método padrão e métodos de análise para 20 ou mais nutrientes prioritários em leite em pó para bebés e pós nutricionais para adultos.

As normas foram desenvolvidas pelo grupo de trabalho WG 14, Vitamins, carotenoids and other nutrients, do comité técnico ISO/TC 34, Food products, cuja secretaria é realizada pela AFNOR e pela ABNT, membro da ISO em França e Brasil. Elas estão disponíveis no seu membro nacional da ISO ou através da loja ISO.

 

16.08.2018
Fonte: iso.org


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?