Primeiro draft da norma ISO referente ao Sistema de Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho já está disponível

  • 0
img_ref1874_01

Primeiro draft da norma ISO referente ao Sistema de Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho já está disponível

Tags : 

img_ref1874_01

A norma ISO 45001, que estabelece requisitos para o sistema de gestão de saúde e segurança no trabalho, alcançou a fase de projeto norma.

O projeto norma, inspirada na conhecida OHSAS 18001, foi concebido para ajudar as empresas e organizações em todo mundo a garantir a saúde e segurança dos seus trabalhadores.

Pedimos ao David Smith, presidente do comité de desenvolvimento da norma, que nos contasse mais.

Departamento de comunicação da ISO: Pode-nos indicar as principais diferenças entre a norma OHSAS 18001 e o novo referencial ISO 45001?

David Smith: Bem, obviamente, que o objetivo continua o mesmo, e os que estão familiarizados com a norma OHSAS 18001 irão reconhecer muitos dos temas do novo referencial normativo ISO. No entanto, tem havido alguns desenvolvimentos interessantes relacionados com as novas regras para o desenvolvimento de normas internacionais de Sistemas de Gestão (para mais informações consulte o Anexo SL no site ISO). Por exemplo, agora há um maior foco no “contexto” de uma organização, bem como um papel mais forte para a gestão de topo e liderança.

O que quer dizer com o contexto de uma organização?

No novo referencial, uma organização deve olhar para além das questões imediatas de saúde e segurança dos seus colaboradores e ter em conta o que a sociedade em geral espera de si. As organizações devem por exemplo pensar nos seus subcontratados e fornecedores, e, devem verificar como é que o seu trabalho pode afetar a vizinhança. É muito mais abrangente do que focar-se apenas nas condições dos seus colaboradores internos.

Em que sentido é que o papel da liderança de uma organização é diferente?

Bem, a norma ISO 45001, reforça que os aspetos de saúde e segurança no trabalho devem ser incorporados no sistema de gestão da organização, requerendo maior envolvimento a partir da gestão e da liderança. Esta será uma das grandes mudanças para os utilizadores que atualmente delegam a responsabilidade a um gestor de segurança, em vez de a integrar nas operações da organização. A norma ISO 45001 pretende que os aspetos de saúde e segurança façam parte do sistema de gestão e não sejam encarados como um extra adicional.

A norma OHSAS 18001 tem sido adotada em larga escala e é um referencial bem-sucedido. Porquê desenvolver um referencial ISO?

São inúmeras as razões para incluir este tema num sistema ISO. Em primeiro lugar, muitas organizações têm uma série de normas ISO implementadas, portanto ter uma norma ISO de saúde e segurança no trabalho que pode ser facilmente integrada, torna mais fácil. Em particular temos focado a integração com a norma ISO 14001, pois muitas empresas já têm um responsável ambiental que avalia os aspetos ambientais e as questões de segurança. Além disso, esperamos que o referencial ISO traga maior reconhecimento e credibilidade para que possa impulsionar a sua implementação.

No entanto, uma das coisas realmente fantásticas sobre este projeto ISO tem sido o envolvimento de diversas organizações e países. Eu estive envolvido na primeira reunião sobre a OHSAS 18001 há mais de 20 anos atrás, e devido a este facto é muito emocionante para mim, ver hoje, a quantidade de países envolvidos no desenvolvimento desta norma. A participação de países de todo o mundo, desde a Europa, a América, mas também a África, Ásia e América do Sul, vai-nos ajudar a criar uma ferramenta que irá funcionar para todos. Tivemos ainda um grande apoio por parte da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que são especialistas no tema e partilharam ideias muito interessantes.

Claro que, com a opinião de diversas partes interessadas, o desenvolvimento da norma nem sempre é fácil e existem muitas divergências. Mas ter tantas partes interessadas envolvidas dá-me a esperança que estamos no caminho certo para oferecer uma ferramenta que pode ser implementada por qualquer organização, dentro de um quadro regulamentar, em qualquer parte do mundo.

Assim, para quem vai implementar este referencial, pode-nos dizer mais sobre os seus benefícios?

Se implementar o sistema e estrutura que sugerimos, e o fizer de forma correta, pode reduzir o risco de causar danos aos seus colaboradores. De acordo com as estatísticas da OIT publicadas este ano, cerca de 2,3 milhões de pessoas morreram em consequência de acidentes de trabalho ou doenças profissionais no ano de 2013. Estas estatísticas são chocantes e um fardo pesado para a sociedade. A implementação de um sistema de gestão de saúde e segurança no trabalho ajuda as organizações a reduzirem acidentes de trabalho e doenças profissionais, evitar processos dispendiosos, podendo até mesmo reduzir os prémios de seguro, bem como criar uma cultura positiva junto dos colaboradores por verem que as suas necessidades são tidas em consideração.

Quer espreitar a ISO 45001?

A versão preliminar da norma ISO 45001 já pode ser adquirida, possibilitando assim a oportunidade de saber mais sobre o referencial antes da sua publicação, prevista para o final de 2016.

Fonte: iso.org


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?