Qualidade nos Serviços Postais

  • 0
qualidadeserviçospostais

Qualidade nos Serviços Postais

Tags : 

A normalização no setor postal tem-se identificado como uma prioridade no Programa Anual de Normalização da União Europeia, sobressaindo a necessidade da melhoria da interoperabilidade da melhoria na entrega de correspondência, da mesma forma que a Comunicação da Comissão “Uma Estratégia para o Mercado Único Digital da Europa” de 2015, reafirmou a necessidade de melhorar a qualidade e o acesso ao mercado postal transfronteiriço, com a finalidade de facilitar o comércio eletrónico e criar um mercado único digital na Europa.

Apesar do setor, em termos globais, ainda representar cerca de 91 mil milhões de euros de receita e empregar 1,2 milhões de profissionais, o mercado do correio está a experimentar uma grande transformação estrutural, que se traduz nomeadamente na diminuição do número de cartas devido ao efeito da digitalização.

A Diretiva 97/67/EC, revista pela Diretiva 2002/39/EC e posteriormente pela Diretiva 2008/6/EC, recomenda continuar-se com a harmonização de normas técnicas europeias para o setor e nomeadamente que os países da União Europeia devem garantir que a qualidade do serviço possa ser medida utilizando as mesmas metodologias. Como terá dito Lord Kelvin, se não pudermos medir não poderemos melhorar.

No âmbito dos vários Mandatos da Comissão Europeia (M/240; M/312; M/428; M/548 já de 2016) ao Comité Europeu de Normalização (CEN), o CEN TC 331 – “Serviços Postais” tem desenvolvido um amplo programa de trabalho que visa o desenvolvimento de documentos normativos no âmbito da qualidade dos serviços, interoperabilidade, serviços postais digitais de dados com fins operativos, fiscais e de segurança.

Paralelamente o CEN TC 331, tem trabalhado ao nível internacional com a União Postal Universal (UPU), utilizando muitos dos seus documentos como base de normas europeias, ao abrigo de um Memorando de Entendimento em vigor desde 2001.

No âmbito do TC 331 destacamos a EN 13850 – “Postal Services – Quality of Services – Measurement of the transit time of end-to-end services for single piece prority mail and first class mail.”

 

08.03.2018
Fonte: espaçoQ – edição 140 – newsletter do IPQ


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?