A qualidade no setor aeroespacial: AS 9100

  • 0
ID-100204219

A qualidade no setor aeroespacial: AS 9100

Tags : 

Um Sistema de Gestão da Qualidade engloba um conjunto de processos, procedimentos e registos que garantem a qualidade dos produtos e a satisfação dos clientes.

Dois fatores críticos na indústria aeroespacial são a qualidade e a confiança. Trata-se de um setor onde os erros ou as falhas no produto ou no serviço podem ser fatais, portanto, a gestão eficaz de um sistema de gestão da qualidade é essencial e uma ajuda significativa para reduzir os riscos e proporcionar fiabilidade.

A norma aeroespacial define requisitos baseados na norma ISO 9001 e foi desenvolvida pelo Grupo Internacional de Qualidade Aeroespacial (IAQG), para fornecer credibilidade e atender a normas específicas de segurança, de fiabilidade e regulamentares exigidas na área aeroespacial.

Os sistemas de gestão têm sido implementados na indústria aeroespacial ao longo de muitos anos. Contudo, os membros do setor, estabeleceram um sistema de gestão único que resultou na norma AS9100 (Projeto e Produção), 9110 (manutenção, reparação e revisão) e 9120. Estes referenciais são implementados e apoiados pelas principais empresas aeroespaciais e pelos seus fornecedores.

Quem deve implementar esta norma?

A série de normas AS9100 abrange todo o setor aeroespacial, desde a conceção e produção, à manutenção, ao armazenamento até à distribuição.

A norma AS9100 tem como objetivo a satisfação do cliente mediante:

  • Uma abordagem por processos;
  • O envolvimento de toda a organização;
  • A melhoria contínua;
  • A prevenção de não conformidades.

Quando uma empresa pretende operar em mercados internacionais, aumentar o mercado local, ou investir em novos mercados, a certificação é uma evidência de que o seu sistema de gestão cumpre com os requisitos da indústria aeroespacial.

Entre os principais benefícios da implementação da norma AS9100 destacam-se:

  • Benefícios externos;
  • Aumento da confiança e satisfação por parte dos clientes;
  • Permite a conformidade com requisitos de qualidade;
  • Aumento da competitividade.

Os benefícios internos incluem:

  • Melhoria da eficiência e produtividade;
  • Redução de desperdícios;
  • Melhoria contínua;
  • Melhoria da consistência e estabilidade dos processos;
  • Aumento da participação e motivação dos funcionários;
  • Aumento do desempenho da organização;
  • Aumenta a rentabilidade.

Fonte: transporteinformativo.com

Pretende saber mais informações acerca deste tema? Entre em contacto connosco, nós podemos ajudar!

ID-100204219


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?