Segurança para os cruzeiros: as novas diretrizes internacionais para melhorar a deteção de homem ao mar

  • 0
cruzeirosseguros

Segurança para os cruzeiros: as novas diretrizes internacionais para melhorar a deteção de homem ao mar

Tags : 

A popularidade das viagens de cruzeiro nunca deixa de crescer. No entanto, aquilo que poucos têm em consideração é o pequeno, mas relevante, número de turistas que caem ao mar. As novas diretrizes internacionais da ISO visam impulsar a tecnologia que deteta tais incidentes e irá ajudá-los a voltar a bordo.

Espera-se que mais de 27 milhões de turistas façam férias em cruzeiros este ano, à medida que a indústria se expande com cada vez mais navios, destinos e temas disponíveis. A segurança destes navios raramente é colocada em causa, mas existe uma média de 21 incidentes de “homem ao mar” todos os anos, alimentando uma indústria que desenvolve sistemas de deteção para dar o alarme e localizar a vítima o mais rapidamente possível. Até agora, não haviam requisitos internacionalmente acordados para avaliar a eficácia destes sistemas.

A nova especificação publicamente disponível ISO/PAS 21195, Ships and marine technology – Systems for the detection of persons while going overboard from ships (Man overboard detection), fornece especificações técnicas internacionalmente acordadas para sistemas projetados para detetar uma pessoa que caiu ao mar a partir de um navio de passageiros. Aborda o desempenho expectável do sistema numa série de condições ambientais e perfis de incidente.

Robin Townsend, presidente da ISO/TC 8/SC 1, do subcomité da ISO que desenvolveu a norma, disse que este é o primeiro documento do tipo que padroniza e define claramente especificações técnicas para tais sistemas na indústria de navios de cruzeiro.

“Com todos a trabalharem a partir do mesmo conjunto de requisitos, os fabricantes podem avaliar mais facilmente a segurança, eficácia e desempenho dos sistemas”, explicou. “Isto também fornece uma base forte sobre a qual as novas tecnologias podem ser desenvolvidas”.

“A nossa intenção agora é desenvolver o documento até chegarmos a uma Norma Internacional. Portanto, incentivamos o feedback e a contribuição das partes interessadas relevantes, como a indústria de navios de cruzeiro, desenvolvedores de sistemas ou grupos de interesse, para garantir que seja tão robusta e eficaz quanto possível”.

As partes interessadas podem contactar o seu membro ISO nacional para obter mais detalhes.

A ISO/PAS 21195 foi desenvolvida pelo Comité Técnico da ISO/TC 8, Ships and marine technology, subcommittee SC 1, Maritime safety, cujo secretariado é mantido pela ANSI, membro da ISO para os EUA. Ela pode ser comprada no seu membro ISO nacional ou através da loja ISO.

 

06.03.2018
Fonte: iso.org


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?