Norma ISO 18091 traz desenvolvimento sustentável para as administrações locais

  • 0

Norma ISO 18091 traz desenvolvimento sustentável para as administrações locais

Tags : 

Com o encargo para gerir tudo, desde o transporte, ao saneamento, a iluminação pública e a proteção civil, não é de admirar que os cidadãos esperem muito das suas autoridades locais. Uma nova revisão das diretrizes, ajudará a melhorar as suas atividades e a alinhá-las com as necessidades e expectativas locais, para obter uma comunidade mais saudável e feliz.

O setor público é o maior fornecedor de serviços em qualquer país, oferecendo uma ampla gama de serviços que afetam diretamente a vida dos residentes. Os desafios são muitos: equilibrar as expectativas dos residentes com restrições orçamentais, impactos ambientais e mudanças demográficas. Nestes tempos economicamente difíceis, as autoridades locais precisam de gerir efetivamente os recursos e processos disponíveis e trabalhar conjuntamente como um sistema. É aqui que a ISO 18091, Sistemas de gestão da qualidade – Guia para a aplicação da ISO 9001 nas autoridades locais, faz a diferença. A norma recentemente atualizada visa ajudar as autoridades locais a manter um nível alto de serviço, melhorando a sustentabilidade. Fornece modelos de diagnóstico e ferramentas para implementar um sistema abrangente de gestão da qualidade que contribuirá para tornar as autoridades locais eficientes e confiáveis.

De acordo com o especialista Carlos Gadsden, coordenador do comité técnico que reviu a norma, podemos construir autoridades regionais, nacionais e globais mais fortes fortalecendo simplesmente a integridade na administração local. Referiu: “A ISO 18091 constitui uma excelente ferramenta para as administrações locais garantirem aos cidadãos que as suas necessidades e expectativas são totalmente compreendidas e atendidas numa base consistente e em tempo útil”.

A ISO 18091 é a primeira norma ISSO, direcionada ao setor público, que fornece diretrizes para a implementação da ISO 9001 na administração local, levando em conta o contexto em que opera. A norma foi atualizada para incluir os requisitos da ISO 9001: 2015 para sistemas de gestão da qualidade e uma série de anexos para ajudar os utilizadores a tirar o máximo proveito da norma, incluindo uma metodologia de diagnóstico para as autoridades locais avaliarem o âmbito e maturidade dos seus processos e Serviços.

Como Gadsden explica, este não é apenas um documento técnico para os técnicos, mas uma ferramenta essencial para os políticos tornarem “politicamente viável” o que é tecnicamente indispensável nas administrações locais e nos seus territórios. “Os governos locais podem usar esses anexos para avaliar o seu progresso nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas e garantir a continuidade do desempenho administrativo necessário para sustentar a implementação dos ODS ao nível local”, refere. “Isso irá ajudá-los a tornarem-se mais eficientes, economizando recursos, implementando decisões baseadas em evidências e, em última instância, incorporando os ODS no contexto local.”

A ISO 18901 foi desenvolvida pela ISO/TC 176, Gestão e garantia da qualidade, o comité técnico que também desenvolveu a ISO 9001.

 

11.04.2019
Fonte: iso.org


Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?