Os serviços de consultoria estratégica direcionam-se as organizações que procuram tomar decisões ponderadas e assertivas relacionadas com a sua estratégia. A consultoria estratégica pode passar pelo apoio na análise da situação atual, apoio na definição de objetivos, sistematização  e estruturação de metas e indicadores. 

As nossas soluções em consultoria estratégica podem ser:

| European Foundation for Quality Management (EFQM)

Com o objetivo de promover a qualidade e melhoria contínua das organizações, a EFQM desenvolveu um esquema de reconhecimento em etapas, que permite às organizações optar pelo nível mais adequado à sua realidade e progredir para níveis mais exigentes.

O esquema é constituído por cinco níveis – Níveis de Excelência – encontrando-se no topo o Prémio de Excelência da EFQM (EEA Award Winner) e outros dois níveis atribuídos igualmente em consequência da candidatura das organizações ao Prémio de Excelência (EEA Prize Winner e EEA Finalist), disponibilizando às organizações um percurso de progressão, passo a passo, para patamares mais elevados da Excelência organizacional.

Qual a vantagem do modelo EFQM?

O Modelo de Excelência assegura que todas as práticas de gestão de uma organização formam um sistema coerente, que é melhorado continuamente, apoiando a execução da estratégia pretendida. Além disso, permite compreender as ligações entre o que se faz e os resultados gerados, identificar Pontos Fortes e Áreas de Melhoria, focar as atividades de melhoria subsequentes, garantir dados para a gestão e revisão da estratégia e permitir a comparação com outras organizações.

| Balanced ScoreCard (BSC)

O Balanced ScoreCard (BSC) é uma ferramenta de planeamento estratégico que utiliza como base os objetivos definidos pela organização. Esta ferramenta permite medir o desempenho empresarial através de indicadores quantificáveis e verificáveis.

É sabido que não se pode gerir ou melhorar o que não é mensurável. Desta forma, ao longo da implementação do BSC, serão definidas métricas e indicadores-chave de desempenho, para monitorizar e cumprir os objetivos da organização. O BSC é estabelecido de acordo com 4 diferentes perspetivas: Financeira,  dos clientes, dos processos internos e finalmente, sob a vertente da inovação e aprendizagem.

A metodologia baseada nas 4 perspetivas permite à empresa uma análise do ponto de vista dos seus stakeholders, estabelecendo metas e indicadores que agregam valor aos mesmos.

Leia o nosso artigo: “Integração do Sistema de Gestão da Qualidade e do Balanced ScoreCard”.

 

| Objectives and Key Results (OKR)

OKR, do inglês Objectives and Key Results, utilizado globalmente por empresas como o Google, Spotify, Walmart, entre outras trata de definir um sistema de Objetivos e Resultados-chave.

Quais o benefícios do OKR na sua empresa?

OKRs são definidos com o intuito de alinhar a visão estratégica aos objetivos, bem como, definir resultados-chave que possam demonstrar como está o desempenho do objetivo anteriormente traçado. Ou seja, pode-se dizer que os OKRs garantem que a empresa está toda a caminhar na mesma direção, num ritmo constante.

| Key Performance Indicator (KPI)

KPI, do inglês Key Performance Indicatorcorresponde a indicadores que serão utilizados para medir a performance e a obtenção dos  objetivos.

Os Indicadores Chave de Desempenho (ou Indicadores de Desempenho Empresarial) são fundamentais para uma gestão estratégica e baseada em factos.

Na prática, os KPIs são instrumentos auxiliares no processo de gestão empresarial, assim como, são parte de um sistema maior de acompanhamento e melhoria de processos.

Não há uma regra específica ou “indicadores padrão” a serem aplicados em todas as organizações. Cada negócio deve ser analisado para a definição de indicadores que demonstrem fatores relevantes ao seu core business.

| Gestão do Risco

O risco entra em todas as decisões da vida, mas claramente algumas decisões precisam de uma abordagem estruturada. A Gestão do Risco apoia as organizações na recolha de informação estruturada para tratar a incerteza com eficácia as incertezas. Pode aplicar-se ao risco empresarial, ao risco dos processos, ao risco de um projeto, entre outras.

As práticas de gestão de risco de ontem já não são adequadas para lidar com as ameaças de hoje e precisam de evoluir.

Não encontrou o que procura?

Entre em contacto connosco!

Soluções à medida