Como medir e avaliar infraestruturas comunitárias inteligentes

  • 0
18_02

Como medir e avaliar infraestruturas comunitárias inteligentes

Tags : 

18_02As nossas cidades e comunidades estão a absorver os recursos naturais do planeta. Um novo relatório técnico da ISO sobre infraestruturas comunitárias inteligentes dá conselhos práticos para nos ajudar a contrariar esta tendência preocupante.

O problema é claro: serviços comunitários, como energia, abastecimento de água, gestão de resíduos e transporte que requerem sistemas de grandes infraestruturas que são importantes para o desenvolvimento económico e social, mas também podem ter um custo pesado sobre o meio ambiente.

As infraestruturas comunitárias inteligentes têm em consideração o impacte ambiental, a eficiência económica e a qualidade de vida, a fim de construir cidades prósperas e sustentáveis.

Atualmente, existe uma infinidade de conceitos para avaliação e métricas causando uma complexidade desnecessária, redundância e falta de transparência para os governos, arquitetos urbanos, investidores e operadores envolvidos no planeamento e obtenção de infraestruturas comunitárias inteligentes.

O novo relatório técnico da ISO, ISO / TR 37150:2014, Infraestruturas comunitárias inteligentes – Revisão de atividades existentes relevantes para métricas, tem como objetivo acabar com esta confusão, revendo métricas relevantes e fornecendo partes interessadas com uma melhor compreensão das soluções disponíveis.

Neste vídeo, o Dr. Yoshiaki Ichikawa, presidente do comité que desenvolveu a ISO TR 37150, fala-nos um pouco mais acerca deste tema:

 

Fonte: ISO.org


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?