Qualidade nas Respostas Sociais

Qualidade nas Respostas Sociais

O Sistema de Gestão da Qualidade nas Respostas Sociais é um programa assinado em março de 2003 entre o Ministério da Segurança Social e do Trabalho, a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, a União das Misericórdias e a União das Mutualidades Portuguesas, com o objetivo de garantir aos cidadãos o aceso a serviços de qualidade adequados à satisfação das suas necessidades e expectativas.

Respostas Sociais

O Modelo de Avaliação da Qualidade é um referencial normativo que se baseia nos princípios de gestão da qualidade e onde são estabelecidos os requisitos necessários à implementação do Sistema de Gestão da Qualidade dos serviços prestados pelas Respostas Sociais e sendo um programa aplicável a respostas sociais públicas, privadas ou de solidariedade qualquer uma destas pode demonstrar o compromisso com a qualidade do serviço prestado e a preocupação com os utente que destes desfrutem.

Quais os benefícios de implementação?

  • Ser um instrumento de diferenciação positiva das Respostas Sociais, permitindo incentivar a melhoria dos serviços prestados;
  • Ser um instrumento de auto-avaliação das Respostas Sociais, permitindo rever de uma forma sistemática o desempenho da organização, as oportunidades de melhoria e a ligação entre aquilo que se faz e os resultados que se atingem;
  • Apoiar no desenvolvimento e implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade nas Respostas Sociais, permitindo uma melhoria significativa da sua organização e funcionamento, nomeadamente através de:
    • Melhoria da eficiência e da eficácia dos seus processos;
    • Maior grau de participação dos clientes nos serviços que lhes são destinados;
    • Maior dinamização e efectivação da participação da família no âmbito da Resposta Social;
    • Aumento do grau de satisfação das expectativas e necessidades de todo o meio envolvente da organização e da sociedade em geral.

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?