Novas ferramentas para políticas públicas

  • 0
Novas ferramentas para políticas públicas

Novas ferramentas para políticas públicas

O mínimo que se pode dizer é que os responsáveis políticos têm um trabalho difícil. Eleitos por uma certa porção da população, têm de fazer o que é melhor para os seus eleitores e para o país como um todo. Têm a assustadora tarefa de agradar a toda a gente – opinião pública, governo e ao sector privado também – enquanto enviam fortes e positivos sinais relativamente ao futuro… Isto prova-se especialmente desafiante nestes termos de incerteza económica e financeira, quando ninguém parece querem concordar sobre qual o caminho certo a seguir. Como é possível, então, acertar?

As normas internacionais podem ser muito úteis na caixa de ferramentas de um responsável político. Algumas potenciais vantagens incluem: oferecer soluções “chave-na-mão” que já têm a aprovação de um grande número de partes interessadas internacionais e cumprir com as obrigações dos membros da World Trade Organization (WTO) para reduzir barreiras técnicas ao comércio.

Para auxiliar os responsáveis políticos a atingir os inúmeros benefícios que advêm da utilização de normas nas suas iniciativas, a ISO publicou recentemente um conjunto de ferramentas muito úteis, incluindo um novo Website e uma brochura publicados em colaboração com a International Electrotechnical Commission (IEC). Suportado por exemplos práticos, estas ferramentas detalham como referenciar normais internacionais nas decisões políticas e regulações, como por exemplo, contractos públicos, sistemas de incentivos ou campanhas de sensibilização.

A secção que aborda a avaliação da conformidade também foi revista e expandida, para se tornar numa plataforma online interativa que os responsáveis políticos podem referir quando utilizam referenciais para a avaliação da conformidade na regulamentação. Combinando prática e teoria, oferece exemplos concretos de como referenciar normas de avaliação da conformidade na regulamentação. Para facilitar a navegação, a informação está organizada em unidades pequenas com links colapsáveis, que ajudam a encontrar confortavelmente o caminho mais apropriado.

Promover o envolvimento dos responsáveis políticos no desenvolvimento das Normas Internacionais é também uma prioridade para a ISO e, nesse sentido, estão planeados vários workshops com responsáveis políticos para 2015. Fique atento!

Para mais informação veja: www.iso.org/policy

12.01.2015
Fonte: iso.org


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?