Os 10 países mais incumpridores em Segurança Alimentar

  • 0
10 paises incumpridores_seguranca alimentar

Os 10 países mais incumpridores em Segurança Alimentar

Tags : 

De acordo com a monitorização da empresa Food Sentry, os EUA foram dos 10 países com maior número de irregularidades em segurança alimentar em 2013.

Em 2013, a Food Sentry verificou mais de 3400 casos de incumprimento em segurança alimentar associados aos produtos exportados de 117 países diferentes. Os dados dos incidentes derivam de diversas fontes, incluindo os EUA, a UE e as entidades reguladoras japonesas.

A Food Sentry é uma equipa de monitorização de segurança alimentar a nível mundial, que analisa dados de incidentes de segurança alimentar dos governos e laboratórios em todo o mundo.

Segundo o relatório de 2013, no topo da lista encontra-se a Índia, com cerca de 380 dos incidentes identificados em todo o mundo. Seguiu-se a China, com cerca de 340, México, com 260, França, com 190 e os EUA com 180, Vietname, Brasil, República Dominicana, Turquia e Espanha completam a lista dos 10 países com maiores incidentes em segurança alimentar.

Cada um destes países é um grande exportador de alimentos e é provável que os seus produtos sejam analisados com maior frequência do que os outros países, o que pode ter influenciado a sua colocação na lista do top 10. São também países onde é muito provável que os alimentos sejam encontrados em lojas e restaurantes.

Os incidentes encontrados no conjunto de dados abordados de alimentos crus ou minimamente processados, incluem frutos do mar, legumes, frutas, temperos, laticínios, carnes, grãos e nozes/ sementes.

Conforme referido nos incidentes da revisão de 2012, os produtos desse relatório tiveram uma ampla gama de questões problemáticas. Em 2013, o problema mais comum, foi novamente a contaminação por pesticidas em excesso ou pesticidas ilegais, o que representa mais de um terço de todos os incidentes. Mais de 135 pesticidas específicos, bem como um número indeterminado de pesticidas não identificados foram detetados em testes laboratoriais. Outros problemas comuns encontrados foram: contaminação patogénica (22%) sujidade e condições insalubres (15,7%), contaminação por micro toxinas (10,2%), a contaminação por uso excessivo ou ilegal de produtos químicos ou aditivos (4,5%), contaminação por metais tóxicos (3,4%), contaminação pelo uso excessivo de antibióticos/ antiprotozoárias (2,2%), violação não especificada de normas (2,2%) contaminação por drogas excessivas ou ilegais (1,4%).

Fonte: foodsentry.org

Com a análise desta informação percebe-se a grande importância da certificação internacional, nomeadamente a ISO 22000, IFS, BRC, etc.

 

10 paises incumpridores_seguranca alimentar


Categorias

Pretende fazer a transição para a ISO 9001:2015?